segunda-feira, 13 de junho de 2016

Coordenadora da EPC Paramoti participou do revezamento da tocha olímpica em Fortaleza

Foto oficial: Rio2016
No último dia 7 de junho, a tocha olímpica chegou a Fortaleza num percurso que passará pelos mais diferentes cenários em todo o Brasil. Dentre os escolhidos para conduzir a tocha estava Aurenir Luz, coordenadora da Escola Popular Cooperativa de Paramoti.

A participação de Aurenir representa a sua cidade de origem e em especial o projeto Paramoti: esporte e ação desenvolvido pela EPC Paramoti. O projeto consiste em oferecer atividades esportivas e de lazer para a comunidade, através da participação de graduandos e graduados de educação física do município.
Projeto Paramoti: esporte e ação


Na ocasião, Aurenir teve a oportunidade de conhecer o técnico da seleção cearense de basquete Alberto Bial que ao saber do projeto se dispôs a visitar Paramoti e a ministrar uma palestra para os interessados em esporte no município. "Temos a maior alegria em colaborar com estes projetos que incentivam o esporte", afirmou Alberto. A visita está previamente marcada para o dia 25 de junho em Paramoti.

Alberto Bial (técnico da seleção cearense de basquete) e Aurenir Luz
Para Aurenir o momento foi de emoção: "fico muito honrada em representar a minha cidade e de ter participado do revezamento da tocha, esperamos que a chama do esporte ilumine nossas crianças e jovens de Paramoti. É em nome deles que pude viver este momento."

A chegada da tocha ao Rio de Janeiro, está prevista para o dia 4 de agosto, véspera da abertura dos Jogos Olímpicos, no Maracanã. O comboio percorrerá cerca de 500 localidades, sendo cerca de 300 cidades, e que incluem as 26 capitais estaduais, além do Distrito Federal, envolvendo mais de 12 mil pessoas.

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Participantes do projeto Prosa Digital recebem certificado de conclusão do curso


Jovens realizando atividades do projeto
O projeto Prosa Digital - Rede de Comunicação Comunitária realizou no último dia 05 de junho, na escola Tomé Gomes, solenidade de entrega de certificados para os participantes do curso de formação inicial em audiovisual.

A formação teve início em abril e abordou os temas filmagem e fotografia, técnicas e criações em mídias digitais, noções básicas de conteúdos para redes sociais e internet, além de produção e edição de vídeos e imagens. 20 jovens de Paramoti participaram do projeto que logo ganhou notoriedade na no município. Em apenas 3 meses de execução o projeto já teve mais de 900 curtidas em sua fan page no Facebook.

Para Diego Sousa, idealizador do projeto, o Prosa é um sucesso: "fiquei impressionado com a forma como a comunidade recebeu as nossas ações do projeto. Fomos muito bem acolhidos pelas diversas gerações, acredito que eles se identificaram por mostrarmos a identidade de Paramoti em nossas imagens e vídeos."

O Prosa Digital recebeu apoio da BrazilFoundation através do edital Outra Parada e contou ainda com a orientação e apoio em sua execução da EPC Paramoti. Após essa primeira etapa do projeto, o grupo pretende continuar suas ações. "Estamos empenhados em buscar apoio para a continuação do Prosa e quem sabe até mesmo implantarmos uma rádio, um jornal local que divulgue a nossa comunidade," ressalta Aurenir Luz, coordenadora da EPC Paramoti.

Além dos participantes do projeto e seus familiares, estiveram presentes no evento representantes de grupos culturais e esportivos Cláudio Brito e Joalene Santos, Maylson Medeiros representando a escola Tomé Gomes, Samara Oliveira representando a comunidade, além da vereadora Cláudia e de entrevistados durante o projeto, como o educador social do trânsito Alexandre Honório.

terça-feira, 15 de março de 2016

Projeto Prosa Digital está com inscrições abertas até o dia 26/03

O projeto Prosa Digital está com inscrições abertas para jovens de 16 a 25 anos que tenham interesse em aprender sobre comunicação digital e que queiram fazer parte de uma rede de comunicação comunitária em Paramoti. A ação ocorrerá entre os meses de março, abril e maio e oferecerá oficinas de filmagem e fotografia, mídias digitais e sobre conteúdos para redes sociais e internet. 
Divulgação do projeto na escola Tomé Gomes
Na segunda etapa do projeto será produzidos vídeos e uma exposição fotográfica destacando assim as potencialidades culturais do município. A ideia é fazer com que os jovens aprendam sobre audiovisual utilizando o próprio contexto do lugar onde moram, ou seja, o município de Paramoti. No final do projeto, os jovens participantes disponibilizarão para a comunidade, canais de comunicação que divulguem o que acontece no município. 
Diego Sousa (idealizador do Prosa Digital) recebe mentoria de Aurenir Luz (coordenadora da EPC Paramoti)
A iniciativa recebeu apoio da BrazilFoundation através do Prêmio Iniciativa Comunitária, já a EPC Paramoti atua como organização madrinha, dando apoio na gestão e execução do projeto. Até o dia 26 de março estão abertas as inscrições no link: https://docs.google.com/forms/d/1rG6at0gekYGfSgqrPeVPEp6TYDVeo4ssG7KW3SWZAJU/viewform


segunda-feira, 14 de março de 2016

Mudanças significativas no Pré-universitário da EPC Paramoti em 2016

Aurenir Luz falando sobre redação
Há 10 anos atuando essencialmente no ingresso de estudantes de Paramoti na universidade, a Escola Popular Cooperativa de Paramoti resolveu mudar o seu perfil de atuação neste ano. Em vez das aulas diárias que aconteciam todas as noites nos anos anteriores, desta vez o grupo optou por oferecer aulas semanais, apenas nas manhãs de sábado e totalmente abertas ao público. Não é necessário fazer matrículas, mas somente participar.

No último final de semana aconteceu na EPC, as primeiras duas aulas neste novo formato: Aurenir Luz abriu as atividades contando um pouco sobre a história da instituição e depois trouxe o conteúdo de Redação, além de temas e instruções para a construção de texto. No segundo momento, Idelmar Gomes graduado em Matemática pelo IFCE, atual coordenador local da EPC, trouxe uma aula introdutória sobre Matemática.
Idelmar Gomes trouxe em sua aula, temas da matemática
Segundo a coordenadora geral Aurenir Luz, o modelo coincide com as novas demandas do município. "Estamos vivendo um novo período no ensino médio em Paramoti, é notório que os estudantes que frequentam a EPC se dividem entre a escola de ensino médio e as nossas atividades. Percebemos, no entanto, que a escola tem preenchido grande parte do tempo deles, o que gera menor assiduidade em nossas aulas."
Participantes da aula de matemática
Ela fala ainda sobre o perfil do estudante de Paramoti que ingressa na universidade atualmente: "Quando começamos a EPC passamos a atender uma demanda de jovens que mal sabia o que era a universidade. Hoje vemos muitos alunos que já saem do ensino médio para cursar o ensino superior. Por isso, decidimos atuar em outras áreas."

A EPC conta com iniciativas de apoio a comunidade e tem buscado atender novas demandas. "Estamos trabalhando para atender a comunidade em geral, unir o conhecimento de quem já passou pela universidade ou ainda está estudando lá com a necessidade do município," completa a coordenadora.

sexta-feira, 11 de março de 2016

Projeto Prosa Digital receberá apoio da BrazilFoundation em parceria com EPC Paramoti

Diego gravando o depoimento da professora Luísa Honório
O projeto Prosa Digital idealizado pelo jovem Diego Sousa foi um dos escolhidos dentre os 144 enviados para o Prêmio de Inovação Comunitária da BrazilFoundation. O prêmio é uma iniciativa pioneira no setor social brasileiro, focado no financiamento de iniciativas informais identificadas pela Rede de Lideranças da BrazilFoundation.

Com isso há o objetivo de democratizar acesso a recursos; testar a ideia de que organizações financiadas podem também ser financiadoras (além de executarem programas); incentivar protagonismo e liderança; criar um ecossistema que incentive a inovação e descoberta de novas tecnologias sociais.

O Prêmio é co-patrocinado pela BrazilFoundation, responsável pelo investimento financeiro e pelas organizações Madrinhas - que são responsáveis pela identificação, monitoramento e mentoria das inciativas. A escolha dos projetos premiados foi feita pelos líderes dessas organizações. A EPC Paramoti é uma dessas organizações madrinhas e dará apoio ao projeto Prosa Digital que tem como objetivo oferecer capacitação em audiovisual para 20 jovens do município de Paramoti.

O idealizador do projeto fala da sua satisfação em ter sido escolhido: "Sempre fui apaixonado pela arte digital, já estou nesse ramo há quase 10 anos e sempre foi meu sonho executar um projeto na cidade que envolvesse a temática do audiovisual. O Prosa Digital foi pensado com muita dedicação, pretendo levar a população paramotiense uma visão diferente da cidade, através das tecnologias, e tudo isso feito com a ajuda dos próprios moradores", completa Diego.

Dentre as atividades previstas estão oficinas de filmagem e fotografia, de mídias digitais e produção de vídeo orientadas por Diego, que já possui diversos trabalhos informais em audiovisual. O projeto será realizado de março a maio deste ano e receberá R$ 5.000 (cinco mil reais) para a compra de equipamentos e demais despesas previstas. A mentoria dará início neste final de semana.

segunda-feira, 7 de março de 2016

Projeto de cultura recebe apoio da Bovespa Social

Nossa Cultura é de Paz da EPC Paramoti está entre os projetos beneficiados pela parceria de co-investimento entre o Instituto BM&FBovespa e a BrazilFoundation. A iniciativa une a capacidade de mobilização e gerenciamento de projetos da fundação com o modelo de captação de recursos para projetos de organizações da sociedade civil do Instituto BM&FBOVESPA.

Dentre os projetos apoiados está o Nossa Cultura é de Paz desenvolvido pela EPC Paramoti que tem como objetivo a valorização da história cultural de Paramoti, bem como, a preservação dos valores de seus moradores. O projeto iniciou em 2015 e já reúne mais de 20 depoimentos de moradores e filhos de Paramoti, que de acordo com suas experiências pessoais vão construindo através de seus depoimentos, a identidade histórica de Paramoti.

Para a coordenadora da EPC Paramoti, Aurenir Luz esta é uma grande oportunidade para o projeto. "Estamos felizes por mais essa oportunidade, o projeto Nossa Cultura é de Paz se mostrou maior do que imaginávamos, no começo pensamos em algo menor, mas agora estamos empolgados preparando os vídeos que serão exibidos para a comunidade. Ricos depoimentos de pessoas de Paramoti que vão contando só um pouco das muitas coisas que compõem a nossa história". 

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

EPC Paramoti elege nova diretoria para o biênio 2016-2018

Nova diretoria da EPC Paramoti
Ontem, 28, membros da Escola Popular Cooperativa de Paramoti se reuniram em sua sede para elegerem a nova diretoria da instituição para o biênio 2016-2018. Foram eleitos para os cargos de presidente: Aurenir Luz, vice-presidente Idelmar Gomes, secretária Paula Costa e Adriano Ferreira para o cargo de tesoureiro. Para o conselho fiscal foram eleitos: Edailson Robson, Erlânio Gomes e Cristina Sousa.

O grupo aproveitou a ocasião para colocar em dias assuntos importantes para a instituição, além de acertarem alguns pontos sobre o novo formato da EPC. Este ano, a EPC Paramoti anuncia mudanças no projeto pré-universitário, que passará a ter apenas ações pontuais como aulões, palestras temáticas e simulados. A decisão foi tomada pelo grupo diante de algumas mudanças no perfil do público que frequentava o projeto nos últimos dois anos. "Estávamos atendendo especialmente estudantes do ensino médio que já possuem uma rotina cheia de atividades da própria escola, o que acabava resultando em pouca assiduidade do grupo na EPC", comenta Aurenir.

A EPC Paramoti divulgará em breve as novidades para 2016 e adianta que serão realizadas outras ações com foco em empreendedorismo e cultura.

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

EPC Paramoti realiza projeto de reforço para as crianças da escola pública

Vladimir com as crianças do projeto
Para muitos, o domingo é o dia da semana escolhido para não marcar compromissos e ficar em casa com a família. Para os universitários Vladimir Gomes (estudante de engenharia química) e Gisliane Oliveira (estudante do curso de Letras-Libras), ambos da Universidade Federal do Ceará (UFC), o domingo é o dia escolhido para encontrar as crianças do projeto Reforço Cooperativo desenvolvido pela Escola Popular Cooperativa de Paramoti.

A mobilização para o projeto aconteceu em julho na Colônia de Férias promovida para as crianças de escola pública em Paramoti. "Em julho, tivemos cerca de 16 crianças na colônia, mas agora temos apenas quatro" - relata Vladimir que apesar dos poucos participantes no projeto se mostra dedicado a atender os que participam. "Os que vêm, são assíduos, sempre estamos aqui no final de semana e atendemos as crianças independente de quantas são."

As aulas do projeto aconteciam na escola Manuel de Arrudas, mas há a possibilidade de mudar para a sede da EPC no Centro da cidade. A cada domingo eles revezam as aulas entre as disciplinas de português, matemática e educação ambiental.

Vladimir conclui convidando outras crianças a participarem: "Ainda podemos receber mais crianças. Os pais podem vir conhecer o projeto e entender melhor como funciona. Tudo isso embaixo de uma árvore em frente à escola do bairro. A preferência pelo lugar se dá pelo fato das crianças morarem no bairro e os pais terem receio deles se deslocarem até a sede por terem que passar em cima da ponte.

O projeto tem apoio do Fundo de Investimento Solidário - Fins.

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Dona Marieta é a primeira entrevistada para o vídeo-documentário sobre a história de Paramoti

O jornalista Alternam Gomes (voluntário do projeto) entrevista Dona Marieta
A EPC Paramoti está realizando o projeto Nossa Cultura é de Paz com o objetivo de valorizar a história cultural de Paramoti através da contagem e recontagem dos acontecimentos.
De janeiro a julho de 2015 estão sendo realizadas diversas atividades do projeto.

A primeira ação aconteceu no dia 25 de janeiro com uma exposição na Praça Frei Diogo em comemoração aos 57 anos de Emancipação Política do município. Na segunda etapa do projeto, o prédio da EPC sediou a exposição recebendo assim estudantes das escolas municipais e estaduais do município. Cerca de 200 estudantes tiveram acesso a exposição.

Atualmente o projeto está na fase de gravação de depoimentos de pessoas da comunidade. Os vídeos darão origem a um documentário sobre Paramoti. O jornalista Alternam Gomes, que também é paramotiense e tem bastante conhecimento da história do município está colaborando com o projeto que conta ainda com a publicação de um livro.

Para Aurenir Luz, o projeto é uma oportunidade de contar a história de Paramoti pela visão das pessoas do município, além de unir gerações na valorização de sua identidade cultural. Todas as ações são apoiadas pela BrazilFoundation.

Assista aqui o primeiro vídeo da série.

terça-feira, 12 de maio de 2015

Integrantes da EPC Paramoti se reúnem para discutir assuntos de interesse do grupo

No último domingo, 11 de maio, às 9h, integrantes da Escola Popular Cooperativa de Paramoti estiveram reunidos com o objetivo de discutir assuntos de interesse do grupo.

Estiveram presentes estudantes do pré-universitário cooperativo, universitários, facilitadores e a coordenadora Paula Costa que abriu o encontro ressaltando os valores da EPC ao longo destes 10 anos de atuação.

O objetivo do encontro foi informar aos membros da instituição as atividades desenvolvidas nos últimos meses e rediscutir algumas estratégias do pré-universitário.

"É importante mantermos uma agenda de reuniões para alinhar os discursos entre todos do grupo, os que estão aqui no dia-a-dia e os veteranos," observou Idelmar Gomes, estudante universitário do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE Campus Canindé) e facilitador de matemática na EPC.

O principal encaminhamento do encontro foi reforçar a comunicação interna e externa sobre as atividades da instituição.